Pesquise neste Blog

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Resultado surpresa do Google choca Wall Street e negócios são suspensos


O Google chocou Wall Street nesta quinta-feira com um lucro trimestral muito inferior ao esperado pelos analistas. O mercado reagiu imediatamente. As ações da líder global em busca e propaganda na Internet caíram 9,03%, para 687,30 dólares por ação, após o envio acidental do balanço, quatro horas antes do planejado, para a ‘Securities & Exchange Commission’ (SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos). Diante das seguidas ordens de venda por parte dos investidores, a bolsa eletrônica Nasdaq teve de suspender os negócios com os papéis da companhia às 12h50 (no horário de Brasília). As ações voltaram a ser negociadas por volta das 15 horas em Nova York. Contudo, a retomada não estancou as perdas do papel, que fechou em queda de 8% na bolsa.
A companhia – que recentemente superou a Microsoft para se tornar a segunda maior empresa de tecnologia dos Estados Unidos em valor de mercado – reportou uma queda de 20% no lucro líquido, para 2,18 bilhões de dólares, ante o mesmo período de 2011. Segundo os dados publicados, o lucro por ação antes de itens extraordinários foi de 9,03 dólares, enquanto o mercado esperava lucros de 10,65 dólares por papel. Superou a Microsoft? que vergonha esperava desempenho melhor, creio superar a Microsoft é fácil agora..está debilitado nessa corrida coitada.
Apesar de a lucratividade ter caído, o volume de negócios aumentou 45% no terceiro trimestre para 14,1 bilhões de dólares, enquanto os analistas esperavam, em média, 11,8 bilhões de dólares. Já a receita líquida excluindo custos de aquisição de tráfego na internet foi de 11,3 bilhões de dólares no terceiro trimestre, abaixo da estimativa média de Wall Street de 11,9 bilhões de dólares.
No terceiro trimestre, o valor médio que os anunciantes pagam para a Google por clique recuou 15% em relação ao mesmo período do ano passado, e declinou 3% em comparação com o segundo trimestre. Já os cliques pagos – uma medida da frequência dos cliques dos consumidores nas publicidades da companhia – aumentaram 33% sobre o terceiro trimestre de 2011 e mostraram alta de 6% na comparação com os três meses antecedentes.
A interrupção das negociações ocorreu a pedido da própria empresa, enquanto trabalha para "finalizar o documento". Segundo o Google, os números reportados não estão sequer fechados. "Assim que os números estiverem finalizados, vamos divulgar nosso relatório, retomar a negociação na Nasdaq e realizar normalmente nossa conference call às 13:30, na hora do Pacífico (17:30 em Brasília)", disse a empresa em comunicado.
Antes da queda desta quinta-feira, os papéis da empresa acumulavam alta de 18% em três meses.
A culpa é da editora – De acordo com o jornal britânico Financial Times, a empresa culpou a editora RR Donnelley – líder mundial em soluções gráficas e responsável pela publicação dos relatórios do Google – pela divulgação acidental, que só deveria ter ocorrido após o encerramento do pregão desta quinta-feira. Eles sempre culpam alguém ou alguma coisa.. Ceo´s do Google.... é a realidade amigos.
Sem a assinatura do CEO – A empresa disse ter sido notificada nesta manhã pela RR que o relatório havia sido divulgado por engano e sem autorização, informou o The Wall Street Journal. O documento, inclusive, nem possuía a assinatura do presidente-executivo da companhia, Larry Page. O segundo parágrafo do comunicado continha ainda a frase "inserir declaração de Larry", sugerindo que o espaço era reservado para um comentário do CEO.
Até parece que com o parecer dele, irá resolver á queda nas ações, apenas querem preservar uma imagem que parece indestrutivel do Google, afinal esse editora vive uma realidade, houve engano?#Grifo do blog

"Temos dito que este assunto está perto de uma reviravolta. Não é que o Google não está sendo o Google, mas ainda há muitas questões grandes a serem esclarecidas", disse o analista Colin Gillis, do BCG. "Os preços dos 'clicks' caíram pelo quarto trimestre consecutivo, após terem subido por oito trimestres consecutivos antes disso. Isso é negativo. Isso é um problema da mobilidade (dos dispositivos)", acrescentou.
Motorola – O mercado também se preocupa com o fato de o Google estar lutando para reestruturar sua controlada (e deficitária) Motorola Mobility. "Outra coisa é que o caso da Motorola havia sido ignorado pelo mercado, e agora você tem uma receita fraca da Motorola. Quando você adquire um negócio e você está perto de demitir várias pessoas e fechar escritórios, você sabe o que acontece com funcionários? Eles param de prestar atenção. As vendas caíram", disse o analista.
Comentários do blog: Eu acho que o Google fez uma grande besteira em adquirir a Motorola, e afirma que precisa das patentes para sobreviver, A Microsoft está abarrotada de patentes e nem por isso vai impedir sua queda livre no Mercado, parece á história da HP quando adquiriu a COMPAQ, na verdade eu acho que o Google está saturado, quer dizer saturando.


Nenhum comentário: