Pesquise neste Blog

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Julien P. Assange oficialmente O "Mico" [Um Palhaço Irônico]


Julien Assange o “Mico” fundador do Wikileaks que pula de galho em galho, quase sempre um “Mico”que se faz de ameaçado de extinção  outras vezes
Assim como  em uma nuvem mágica também tem o poder de  transverti-se em palhaço á pedido do dono circo os Estados Unidos,  assim é instruido, á montar seu circo [é meu imaginário] onde é requisitado pois outros países marionetes que também desejam participar da palhaçada, e como vivemos em universo de palhaços onde somos manipulados[eu disse somos por pura cortesia] pela imprensa Hilária, pintamos nossa cara para não deixarmos transparecer nossa real  identidade de palhaço, a sensação é que somos palhaços a qualquer hora do dia pintando a cara ou não, mais...como não podemos  pintar a consciência, temos alusão de que podemos nos esconder, atrás de uma camada de tinta de tom hipócrita, assim deveríamos ficar naturalmente “vermelhos” de vergonha, mais como palhaço não tem mais vergonha é natural que pinte a cara, pois de cara limpa não obteria os resultados em suas piadas contadas á outros palhaços sem graça, assim é Julien Assange que contas piadas sem graça o tempo todo, e como todos outros palhaços abraçaram suas piadas ele agora quer dá o tom de seriedade[Com seu WikiLeaks] e diz que falava sério, e que não era pra rir, agora Assange invocou o seu “senhorio do circo”[E.U] e pediu para retornar a sua naturalidade que é ser  “Mico” ninguém sabe como aconteceu mais o “Mico Assange” foi parar no Equador fazer “Micagem” para o quase finado “Presidente Correa” o que será que rola nesse passeio do “Mico”? um breve resumo: eu vendo tudo isso do alto Gelosia cheguei a uma conclusão pessoal, Julian Assange, é um ególatra mais interessado em sua autopromoção de palhaço do que em qualquer causa social e uma outra conclusão Não faltaram os habituais apressados apologistas de novidades a vaticinar que o jornalismo passaria por uma transformação radical, e nunca mais seria o mesmo por causa do WikiLeaks. Em apenas um ano, viu-se que não seria assim.
Afinal, constatou-se que a esmagadora maioria dos segredos revelados pelo WikiLeaks era de importância reduzida, confirmava o que já era de conhecimento geral, atingia com gravidade apenas a reputação de poucas figuras públicas, submetidas ao constrangimento de terem sua hipocrisia ou cinismo expostos à sociedade. 
De fato, nada de realmente substantivo que não se sabia antes emergiu, e poucos efeitos dramáticos para a coletividade ou em políticas públicas resultaram do episódio ou dos seguintes trazidos à tona pelo WikiLeaks.
Então é previsível todas essas táticas dos Estados Unidos em criar personalidades polêmicas, para desviar atenção dos povos, outro fator que fica no ar ou na América a criatividade em nome da manipulção anda em baixa, ou estamos bem espertos apesar dos altos níveis de inadimplência mental.
Se eu disse asneiras parabéns por ser tão observador, você anda muito sensível. Do contrário meu muito obrigado por lê minhas asneiras.
[*deus ferre á América pois aqui já estamos todos ferrados]

Por: ByLorenzo

Nenhum comentário: