Pesquise neste Blog

quarta-feira, 30 de março de 2011

Antropólogo exibe Pedra Maia para desmentir o fim do Mundo em 2012

É Incrivélmente incansavél o Legado dessa Classe que se classifica "Dominante" eles não poupam tempo nem recursos financeiros, querem está sempre acima ou a frente dos fatos, mais me parece que cada vez mais o "Tiro" sai pela culatra ficando assim o alvo que eles realmente querem atingir intacto e imaculado, é impossivél
Mudar o curso da história, fica cada vez mais evidente que o ser-humano pelo menos boa parte dela, vai evaporar junto com essas previsões "Furadas", no livro bíblico de "Revelação" nos deixa claro que 3 terços da humanidade, desaparecerá palavra mais suave para "Morte" ao fim dos tempos muitos serão levados por contos e eventos fictícios engendrado por uma mente muito criativa a saber, "Satanás" essa persona  espiritual que contribuiu enormemente com conhecimentos tecnológicos, que foi lhes dado certa *autorização por Deus, ele sim Satanás oferece facilidades no seu dia Dia...Por isso quem duvida não acredita nas palavras de Jesus Cristo quando diz "O MEU REINO NÃO FAZ PARTE DESSE MUNDO" OU "O MUNDO TODO JAZ NO PODER DE SATANÁS" então fica evidente, que temos que desmistificar á pessoa de "Satanás" ele é um cara descolado antenado em tudo...se somos assim porque ele seria diferente? ficar imaginando O Diabo como um Duende verde ou Personagem Vermelho com Chifres e Garfo não vai lhe ajudar a raciocinar, funciona assim como 2012 é uma Farsa o problema é que satanás só mostra o fatos através da Mídia por manipulação, ex: cinema, novelas, noticíarios sensacionalista em apoio ao seu sistema atual etc & tal..lembrando que recentemente fomos supreendidos ao vermos as catástrofe no Japão com imagens impressionantes! isso mostra quão é o poder real da criação de Deus! bem acho que essa demonstração de poder deve deixar Satanás profundamente irritado, dai vem o pouco que ele pode fazer que é amedrontar e manipular a mente fraca, e egoísta dos ser-humanos desavisados.
Portanto leia na integra a Noticia sobre a pedra Maia.  Texto de: ByLorenzo


Antropólogo exibe Pedra Maia para desmentir o fim do Mundo em 2012
A pedra do calendário maia que foi interpretada erroneamente como um anúncio do fim do mundo marcado para dezembro de 2012 foi apresentada na terça-feira em Tabasco, sudeste do México.
A peça é formada de pedra calcária e esculpida com martelo e cinzel, e está incompleta. "No pouco que podemos apreciá-la, em nenhum de seus lados diz que em 2012 o mundo vai acabar", enfatizou José Luis Romero, subdiretor do Instituto Nacional de Antropologia e História.

Na pedra está escrita a data de 23 de dezembro de 2012, o que provocou rumores de que os maias teriam previsto o fim do mundo para este dia. Até uma produção hollywoodiana, "2012", foi lançada apresentando esse cenário de Apocalipse.

"No pouco que se pode ler, os maias se referem à chegada de um senhor dos céus, coincidindo com o encerramento de um ciclo numérico", afirmou Romero.

A data gravada em pedra se refere ao Bactum XIII, que significa o início de uma nova era, insistiu Romero.


*Autorização esta dada por Deus pois sua regência foi questionada
Nada mais justo....questionamento esse era: O Homem pode viver sem Deus. Questionou Satanás....provado ele está errado.

Postado por: ByLorenzo                     -             Fonte: UOL

terça-feira, 22 de março de 2011

JESSE OWENS, O ATLETA NEGRO QUE HUMILHOU HITLER?

Olá Meus Queridos Leitores(as) Novamente colocaremos em pauta, mais uma História amarga e triste de um personagem... que agora trata-se de um grande Atleta, Negro Norte Americano....Chamado JESSE OWENS, Provavélmente já ouviram falar Dele? Não? então aproveite e descubra como alguns Americanos e Judeus Dizimaram a carreira deste grande Atleta é claro que neste post não contém toda a trajetória e a  História da sua breve carreira,  JESSE OWENS foi encaminhado logo após a volta para casa ao Ostracismo Obrigatório, sendo recebido com tamanha Frieza e indiferença, na sua terra Natal.....Estados Unidos da America por isso não se engane, com essas Histórias de fabulas americanas. sempre ocultando a verdades dos fatos, descubra em suas pesquisas como JESSE OWENS foi reverenciado e muito aplaudido, pelos Alemães inclusive por ADOLF HITLER ao Contrário do que narra a mentirosa e enganativa versão, dos Americanos, toda a História de JESSE OWENS
Pode ser lida neste livro que esta ai na imagem a baixo:

"Um Homem não pode Pretender alcançar certas Verdades, Enquanto conserva dentro de Si certas Mentiras"


______________________________________________________________________________________________________

JESSE OWENS, O ATLETA NEGRO QUE HUMILHOU HITLER?  
(A História Veridica)

De quatro em quatro anos, sempre que se aproximam os jogos olímpicos, invariavelmente a imprensa pública a história de Jesse Owen e de Hitler. Repetem sempre a mesma e inverídica história: Hitler, o arauto da superioridade racial ariana, teria se negado a cumprimentar o vitorioso velocista norte-americano, por este ser negro. As quatro medalhas de ouro obtidas por Owens eram uma "bofetada" no mito de superioridade alemã, coisa que o Führer não poderia aceitar.
Essa lenda, que perdura já há 60 anos, foi criada por jornalistas esportivos norte-americanos durante os próprios Jogos Olímpicos de 1936, que estavam sendo realizados em Berlim. Vamos então aos fatos. Hitler para não empanar o espetáculo, permitiu que alguns judeus participassem na delegação alemã (como a esgrimista Helena Mayer e o jogador de hóquei Rudi Ball). Não só isso, encarregou um outro judeu, o capitão Wolfgang Fürstner, de organizar a Vila Olímpica. O mundo "liberal" respirou aliviado, autocongratulando-se por sua pressão ter resultado algum efeito. Iniciados os jogos, com a entrada triunfal do Führer no estádio de 110 mil pessoas, ele, entusiasmado, tratou de não perder nenhuma competição importante.
Jesse Owens recebe a medalhe de ouro seguido de um japonês e do alemão Lutz Lange
Quando a primeira medalha de ouro foi conquistada por um atleta alemão, o arremessador Hans Wölke, Hitler foi pessoalmente cumprimentá-lo. Na mesma ocasião congratulou-se com mais três fundistas filandeses e duas atletas alemãs. Foi então que o Presidente do Comitê Olímpico resolveu intervir. Disse a Hitler que ele, na qualidade de convidado de honra, deveria doravante ou cumprimentar todos os atletas vencedores ou não felicitar mais nenhum. Como não podia estar presente a todos os momentos em que os campeões eram agraciados, Hitler optou então por não descer mais da tribuna de honra. Quando Jesse Owens ganhou as medalhas, Hitler já tinha tomado a sua decisão. E, ao contrário de ter-se mostrado indignado, abanou efusivamente para o grande atleta. Nas palavras do próprio Jesse: “Quando eu passei, o Chanceler se ergueu, e acenou com a mão para mim: eu respondi ao aceno...”

Foto pouco divulgada do atleta alemão Lutz Lange e Jesse Owens juntos após competirem
A razão do gesto era muito simples. O Nazismo exaltava acima de tudo, o vigor físico e a estampa, não importando qual fosse a raça. Aquele que revelasse alguma musculatura e virilidade, harmonizada num belo corpo, tinha sua imediata aprovação. Tanto isso é fato que Leni Rienfenstahl, a cineasta do regime, quando depois da guerra resolveu auto-exilar-se na África, fez uma notável bateria de fotos celebrando a plástica dos retintos núbios. A ironia dessa história é de quem de fato discriminava os negros (que na Alemanha nazista eram olhados como atraentes excentricidades) era a delegação norte-americana, que os segregavam durante os próprios jogos olímpicos.

E mesmo quando a guerra eclodiu uns tempo depois, eram os norte-americanos quem não permitiam que os batalhões negros acampassem misturados aos brancos. Joe Louis, o campeão mundial de boxe, convocado para lutar, era obrigado a andar na parte traseira dos ônibus militares. A ironia final veio com o enorme esforço da mídia mundial em provar que os jogos de Berlim foram uma tentativa frustrada de Hitler de mostrar uma suposta superioridade alemã. Mas como lenda é lenda, abaixo segue o quadro geral de medalhas até hoje omitido do público desta que foi uma das 

Olimpíadas mais bem organizadas.
Preparem-se pois para que na próxima Olimpíada, verem de novo a história de Jesse Owens e de como Hitler saiu furioso do estádio!

"No Póximo Capítulo veremos e leremos maiiiiisss...muittooo maiiiiiss Mentiras 
Embustes sujeiras arquitetadas pelos Americanos e Judeus" Não que outras nações não tenhas lá suas sujeiras mais......os Americanos(não generalizando) e Judeus Batem o record" Na próxima se Deus assim permitir e o diabo e seus amigos não interverem Mesmo que venha a interver estaremos aqui divulgando O que há de mais sórdido! em: ANNE FRANK: UMA FRAUDE DE BESTS-ELLER. Até lá.....

Postado por: ByLorenzo                  Fonte:Verdade Oculta
Aproveite e faça uma Análise da Visita de Obama ao Brasil neste video do Rubens




terça-feira, 1 de março de 2011

OS SOLDADOS JUDEUS DE HITLER

Olá meus e minhas valiosos(as) leitores e leitoras, é com grande carisma que lhes trago, á luz mais um assunto Sobre as façanhas dos Judeus dos tempos de guerra, e como já estamos cansados de saber...que existe uma
Classe de Judeus que manipulam os fatos, para que nós, o povão não tenhamos acesso a tais informações, Eles simplesmente aniquilam, ou pelos menos tentam, desmoralizar moralmente pessoas que discordam do que eles Contam como História...Pessoas que deixaram escapar esses desabafos, desacreditando á classe nefasta Desses "Judeus" acabam Pagam alto preço por seu atrevimento, Que os diga....Mel Gibson...Jonh Galliano estilista da Da Christian D'ior..e outros Alheios ou fora do alcance do nosso conhecimento...bem resumindo desfrute da leitura e descubra o que há por tráz da "Indústria do Holocausto" (Texto de ByLorenzo)Como disse Jesus Cristo: 

“Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido.”  Lucas 12:2

 Portanto é inútil continuar á propagar mentiras.


OS SOLDADOS JUDEUS DE HITLER 

SOLDIERS OF HITLER JEWS


SOLDATEN DER JUDEN HITLER

СОЛДАТЫ ГИТЛЕРА ЕВРЕЕВ

Sotilaat Hitlerin JUUTALAISTEN

Com suástica no peito e sangue judeu nas veias, milhares de soldados das Forças Armadas alemãs foram às frentes de combate em defesa do regime nazista, afirma o historiador norte-americano Bryan Mark Rigg.

Quando viajava pela Alemanha logo após ter iniciado seu curso de História na Universidade de Yale, Bryan Mark Rigg descobriu, por acaso, que sua mãe protestante tinha raízes judias. Na conversa informal com um ex-combatente das Forças Armadas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial, Rigg ouviu a biografia de um descendente de judeu, que lutou em defesa do regime nazista.


O Soldado judeu Anton Mayer. Sua aparência nada germânica não o impediu de ingressar nas fileiras do Exército Alemão.

O tema, que não mais abandonou o estudante de História, foi retomado em 1996, quando Rigg terminou sua graduação com uma tese dedicada à saga dos soldados do Wehrmacht (Exército alemão), que tinham ascendência judia. Em seguida, o historiador dedicou ao tema sua dissertação de doutorado na Universidade de Cambridge, de onde pesquisou histórias semelhantes à do velho conhecido de sua mãe.


Sem saber ao certo se os destinos que analisava eram esporádicos ou um fenômeno que atingia um número representativo de pessoas, Rigg falou com testemunhas e ex-combatentes na Alemanha, Áustria e em toda a Europa Meridional. O trabalho resultou em mais de 400 entrevistas com ex-combatentes alemães de origem judia, entre eles o ex-chanceler federal alemão Helmut Schmidt e o político e jornalista Egon Bahr.

Os encontros, documentados em vídeo por Rigg, foram o ponto de partida do trabalho, que se baseia em grande parte na "história oral" relatada pelos ex-soldados. Quatro questões básicas conduziram o autor: qual alcance teve a teoria de raças nazista dentro do Exército, da Marinha e da Aeronáutica durante a Segunda Guerra?

Como as Forças Armadas lidavam com a presença dos judeus ou dos considerados "mestiços" (Mischlinge) de judeus e não judeus durante a Guerra? Segundo as respostas registradas por Rigg, alguns dos judeus que fizeram parte do Exército Alemão, cujas famílias seguiam tradições militares e nacionalistas, optaram pela defesa da Alemanha.

A estimativa que resulta da tese de Rigg é de que pelo menos cem mil combatentes da Wehrmacht teriam antepassados judeus, sendo que a maioria destes seria "assimilada" e batizada segundo costumes cristãos. Entre os envolvidos estariam não apenas soldados, mas oficiais e generais, alguns até mesmo condecorados com medalhas de reconhecimento pelos nazistas.

Os comentários sobre o volume Os Soldados Judeus de Hitler delegam ao autor o mérito de ter iluminado um capítulo ainda praticamente ignorado da história da Alemanha nazista, mas também há críticas veementes devido ao fato da contradição em relação ao que supostamente ocorria nos campos de concentração, suscitando ao público ainda mais dúvidas acerca do chamado holocausto.

À esquerda o judeu Erhard Milch, que foi condecorado com a Ritterkreuz graças a sua campanha aérea na Noruega em 1940. Ao lado encontra-se o lendário herói da aviação alemã durante a Primeira Guerra Mundial, o Barão ou General Wolfram von Richthofen.


Quando assistimos na televisão o quanto intolerante era o regime de Adolf Hitler, parece-nos uma piada de mal gosto ver alguém levantar a hipótese de poder ter havido dentro do próprio Exército Alemão, pessoas que eram vistas como uma ameaça, e que, aparentemente, tinham apenas um destino, o forno crematório. A grande diferença por trás destes homens de origem judaica que aceitaram combater pelos nazistas, é que eles sabiam o que combatiam e jamais aceitaram fazer parte da trama sionista internacional. Cabe a esta nova geração de jovens, através da leitura, a tarefa de esclarecer os dogmas que estão a quase 70 anos intocados por uma mídia manipulada, afinal, a história é escrita pelos vencedores... 

Postado por: ByLorenzo          -         Fonte:  http://verdade1945.blogspot.com/

Uma frase interessante:

"O que mais surpreende na humanidade"
  É:
" Os homens...Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro.
E vivem como se nunca fossem morrer....
.... E morrem como se nunca tivessem vivido"