Pesquise neste Blog

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Mito 1: A ALMA É IMORTAL



Qual é a origem do mito? “Os primitivos filósofos cristãos adotaram o conceito grego da imortalidade da alma e pensavam que a alma era criada por Deus e implantada no corpo por ocasião da concepção.” — The New Encyclopædia Britannica (1988), volume 11, página 25.
O que a Bíblia diz? “A alma que pecar, essa morrerá.” — Ezequiel 18:4, Almeida, revista e corrigida.
A respeito da criação da primeira alma humana, a Bíblia diz: “Deus passou a formar o homem do pó do solo e a soprar nas suas narinas o fôlego de vida, e o homem veio a ser uma alma vivente [hebraico, néfesh].” — Gênesis 2:7.

A palavra hebraica néfesh, traduzida “alma”, significa ‘criatura que respira’. Quando Deus criou o primeiro homem, Adão, Ele não implantou dentro dele uma alma imortal, mas sim a força de vida que é mantida pela respiração. Portanto, em sentido bíblico, “alma” se refere ao inteiro ser vivo. Se a alma ficar sem a força de vida originalmente dada por Deus, ela morre. — Gênesis 3:19; Ezequiel 18:20.
A doutrina da imortalidade da alma levantou algumas questões: Para onde as almas vão depois da morte? O que acontece com as almas das pessoas más? Ao adotar o mito da alma imortal, os professos cristãos acabaram aceitando outro mito — o ensino do Inferno de Fogo
Veja estes versículos bíblicos: Eclesiastes 3:19; Mateus 10:28; Atos 3:23
Fonte: WatchTower         -   Postado por ByCappa

Nenhum comentário: